Com auxílio de cães farejadores, polícia bate recordes de apreensão de drogas

Grupo de Operações com Cães (GOC) da Polícia Rodoviária Federal do Rio de Janeiro tem decisivo nas operações de combate ao tráfico de drogas

Rio - Melhores amigos do homem, os cães farejadores, porém, têm sido inimigos número um dos criminosos em todo o estado. Os do Grupo de Operações com Cães (GOC) da Polícia Rodoviária Federal (PRF), por exemplo, tornaram-se um pesadelo para os bandidos que agem nas dez principais rodovias federais fluminenses. Graças a seis animais da raça belga de malinois e um pastor alemão, a corporação praticamente dobrou a quantidade de apreensões de drogas nas estradas.

Além do recorde da quantidade de maconha achada pela matilha, os cães, em um ano, também apreenderam quase 30 quilos de cocaína pura; 10 quilos de skunk (conhecida como super maconha); cerca de 1,5 mil comprimidos de ecstasy; sete armas de grosso calibre e pelo menos mil projéteis. As apreensões foram feitas pelos cachorros em bagageiros de ônibus, em fundos falsos de carros e caminhões. Drogas envoltas em sacos plásticos, e escondidas dentro de tanques de combustíveis e pneus, também não passaram pelos atentos animais.

Os bons resultados fizeram a PRF descentralizar os GOCs em todo o Brasil. No estado fluminense, desde o ano passado, mais de 800 ações dos cães para a localização de drogas e mais de 200 para detecção de armas, explosivos e munições, já foram desencadeadas. As mais novas estrelas da PRF atendem pelos nomes de Meg, de 5 anos, Apolo, 8, Stella, 9, Beca, 8, e Bud, 9, todos pastores belga malinois; e o pastor alemão Hai, de 2 anos, o caçula do grupo.

Uma das maiores apreensões foi em 31 de julho, na Via Dutra, em uma blitz em Itatiaia, no Sul Fluminense. Cinquenta quilos de maconha, que saíram de São Paulo e seriam entregues na Paraíba, foram interceptados pelos cães. Um homem de 24 anos foi preso no ônibus a caminho da Paraíba. Ele confessou que ganharia R$ 3 mil.


Saiba mais:

Cães farejadores da PRF viraram inimigos número um dos bandidos nas estradas

Compartilhe este post