Ecopet - Projeto Social alia reciclagem e bem-estar animal

A iniciativa contribui com o meio ambiente, saúde pública e conta com o apoio de colaboradores

O crescente número de animais abandonados e submetidos a uma condição de vulnerabilidade está sensibilizando uma quantidade também crescente de pessoas. O desafio parece ser o mesmo: como viabilizar projetos que atuam recolhendo, tratando, castrando e colocando estes animais para a adoção?

Protetores que abraçam a causa com recursos próprios tentam sobreviver com a ajuda de visitantes de suas páginas no Facebook, Instagram e outras redes sociais. Sensibilizam seus seguidores mostrando a situação caótica em que se encontram, principalmente com a falta de recursos para a alimentação dos animais. Veterinários fazem jornadas onde são feitas dezenas de castrações em um único dia.

O projeto Ecopet tem uma proposta inovadora. Através de doações de tampinhas de plástico duro e pontos de coleta distribuídos na cidade, o material é enviado para reciclagem e o dinheiro arrecadado é usado em castrações de cães e gatos abandonados e animais de famílias de baixa renda.

O projeto Ecopet teve início em Florianópolis, em 2017, sua idealizadora Natália e seguidoras uniram atitudes de sustentabilidade e bem-estar animal. 

Desde o início deste ano em Lages, o Projeto Tampet's é executado pala Associação Lageana de Proteção aos Animais (ALPA), fazendo a seleção dos animais e as clínicas parceiras.  Os voluntários recolhem e encaminham o material para a reciclagem.

Os pontos de coleta vão desde pontos comerciais e unidades de ensino.

Veja mais...

Lages Diário - Tampet's: campanha arrecada tampinhas para a castração de animais

Compartilhe este post