Dia Nacional da Onça-Pintada - 29 de novembro

Felino é reconhecido como "Símbolo Brasileiro da Conservação de Biodiversidade"

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) reconhece a Onça-Pintada (Panthera Onca) como símbolo brasileiro da conservação da biodiversidade e estabelece o dia 29 de novembro como o "Dia Nacional da Onça-Pintada".

Considerações relevantes sobre a espécie foram levadas em conta. A Onça-Pintada é uma espécie predadora e exerce funções importantes na manutenção e funcionamento dos ecossistemas onde vive.

O felino necessita de grandes áreas para a sua sobrevivência. Quando conhecidos os caminhos adotados pela espécie, estratégias para a conservação biológica poderão ser criadas. Tendo como exemplo, os corredores ecológicos ou áreas para recuperação florestal.

No Fórum de Alto Nível Jaguar, em março de 2018 na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), o Governo Brasileiro assumiu o compromisso de associar-se aos países das Américas do Sul, Central e do Norte nos esforços de proteção das Onças-Pintadas.

A Portaria do MMA considera ser necessária a conscientização da população sobre a conservação das espécies brasileiras ameaçadas de extinção. Sendo o maior felinos das Américas, a Onça-Pintada é encontrada em quase todos os biomas brasileiros. Os animais são vulneráveis à extinção porque são caçados, seus habitats são destruídos e suas peles são comercializadas ilegalmente. 

Centros de pesquisas como o CENAP (Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros) em Atibaia/ SP, vinculado ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) desenvolvem pesquisas e manejo para a conservação de espécies no Brasil. 

Veja mais...


Compartilhe este post

Posts relacionados